Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009

É complicado ver alguem que se ama tornar-se uma pessoa quase completamente diferente no espaço de um mês, aproximadamente, já fez um ano que isso aconteceu e até hoje vivemos com as consequências da nossa desatenção.

 

Os sinais são de certa forma fáceis e dificeis de se identificar mas, como em quase todas as doenças mentais, os sintomas são de certa forma diferentes de pessoa para pessoa, mas isso não é desculpa e a familia não se sente melhor quando nos dizem isso,

 

Ele sempre foi uma criança sensivel por assim dizer, sempre sentiu ciumes dos irmãos, vivia constatemente ligado á sua mãe, objecto da sua adoração até hoje, e dizia que o pai não gostava dele, mas no entanto apesar de sinais tão claros da possivel existência de uma doença do foro mental, nós não demos por isso e num simples dia, a sua vida modou radicalmete e nós nada podemos fazer senão olhar, rezar e esperar que ele voltasse daquele mundo para onde ele viajou por uns tempos.

 

O tempo passou e ele de facto voltou, mas nunca mais foi o mesmo, a adoração que sentia pela sua mãe tornou-se numa obcessão e apresenta claros sintomas do complexo de Édipo, e muitas vezes comporta-se como uma criança de 12 anos de idade ao invés do adolescente que é.

 

É de facto muito complicado mas infelizmente pouco posso fazer para o ajudar, e infelizmente suspeito que a sua familia não compreeende a seriedade da doença que ele apresenta, mas também compreendo aquilo por que passam todos os dias e que o pouco que podem fazer pelo seu filho, é caro e muito incerto e depende de muitod factores. E hoje tive a confirmação das minhas infelizes suspeitas quando ouvi "não tenham muitas experanças". Ele nunca mais vai ser o que era.



publicado por Marco às 04:27 | link do post | comentar

mais sobre mim
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

...

Mentiras ou mentirinhas

Encontro à filme

Cansado e todos os seus s...

De perguisoso a workaholi...

E assim se passou 1 ano!

...

Circuncisão reduz risco d...

Tão importantes e nada pe...

Independente.

arquivos

Dezembro 2010

Junho 2010

Dezembro 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Maio 2008

Abril 2008